Sobre a CBDAI

Em virtude da importância do tema do Direito Autoral e todas as questões e desafios que a informação no mundo digital vem demandando, como novas formas de aquisição, oferta e uso de serviços nas Bibliotecas, novos contratos e licenças, e ainda, considerando a participação da FEBAB nas discussões no âmbito da IFLA, que vem lutando pelas exceções e limitações para arquivos e bibliotecas nas leis do direito autoral no âmbito da organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI), bem como discutindo no plano global o novo papel que as bibliotecas desempenham na sociedade da informação. A partir da reunião que contou também com a presença do Sr. Marcos Alves Souza da Diretoria de Direitos Intelectuais da Secretaria de Políticas Culturais do Ministério da Cultura e da Sra. Francimária Bergamo, Coordenadora Geral de Difusão e de Negociação em Direitos Autorais e Acesso à Cultura do Ministério da Cultura, ocorrida na cidade de Florianópolis, durante o XXV Congresso Brasileiro de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação- CBBD foi criado o Grupo de Assessoria da FEBAB para estruturar e fomentar as ações dos profissionais bibliotecários em relação aos Direitos Autorais e impactos nas bibliotecas. Em continuidade foram realizados 2 workshops, que contaram novamente com a presença da , Sra. Francimária Bergamo e desta vez também do Chefe da Divisão de Propriedade Intelectual do Itamaraty, Dr. Kenneth Nóbrega:

Workshop sobre revisão da Lei de Direitos Autorais

Foco: profissionais de bibliotecas universitárias

Dia: 30 de agosto de 2013

Horário: 10h – 13h

Local: Auditório Brasiliana

Universidade de São Paulo

Rua da Biblioteca s/n

São Paulo – SP

Inscrições pelo link: http://bit.ly/Workshop_Lei

 

Workshop sobre revisão da Lei de Direitos Autorais

Foco: profissionais de bibliotecas públicas

Dia 30 de agosto de 2013

Horário: 15h-18h

Local: Auditório da Secretaria Municipal de Cultura

Av. São João, 473 – 8º Andar

São Paulo – SP

Inscrições pelo link: http://bit.ly/Workshop_Lei

Frente a complexidade do assunto sentiu-se a necessidade de manter um grupo de especialistas para liderar essas discussões e defender o posicionamento do Brasil em todas as instâncias que requeiram a defesa dessa causa, sempre em consonância com as discussões lideradas em âmbito internacional, pela IFLA. As demandas se ampliam e com a finalidade de dar continuidade a esse trabalho de representação e de implantar no âmbito da FEBAB, mecanismos que permitam a discussão, a atualização e capacitação dos cientistas da informação, bibliotecários e usuários sobre os temas emergentes, mas também à expensão do acesso e uso da Internet e das tecnologias de informação e comunicação (TICs), que surgem muito rapidamente e permanentemente nos apresentam novos cenários e com eles novos desafios, decidiu-se pela formalização desse grupo, constituindo-se a Comissão Brasileira de Direitos Autorais e Internet

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s